• Al.Pres Taunay, 1560, Bigorrilho, Curitiba - PR
  • Seg - Sex | 08h as 18h
  • (41) 3264-7324
  • gaia_264@hotmail.com

Sobre a residência

Gaia Residência para Idosos em Curitiba
GAIA – Residência de Idosos um lugar para a Vida

A Gaia Residência de Idosos, nasceu de uma inspiração doméstica, há 28 anos atrás. Uma tia idosa, teve uma queda viajando com amigas. Após uma vida de cuidadora, responsável pelo atendimento ao pai, mãe, irmão dependente, irmão solteiro; em viagem, uma queda roubou-lhe a visão.

A situação imediata de dependência descortinou-lhe uma única possibilidade. Como pretendia que seus laços com a família continuassem belos; do alto de sua experiência como cuidadora, sugeriu às jovens e inspiradas sobrinhas que procurassem uma instituição para a sua moradia. Solícitas, iniciaram uma maratona que não foi muito bem sucedida. As casas disponíveis à época, não correspondiam às suas expectativas de acolhimento, tanto no sentido subjetivo quanto concreto. Ou construções enormes que dizimavam qualquer possibilidade de “íntimo” ou espaços acanhados, próximos à ideia medieval de clausura.

A vida pode ser definida assim: uma sucessão de fatos que, como num livro, você lê e interpreta. Com a realidade e a subjetividade, criamos a Gaia, que leva o nome da deusa grega “mãe terra”. A filosofia que nos arrima é já uma direção: acolheríamos a tia Vita e pessoas contemporâneas a ela num espaço de vida, contemplação, música, informação, arte e cuidados.

Acolheríamos também a vida abandonando o corpo, os seus efeitos e possibilidades, pois há uma diferença enorme para o Homem morrer a sua morte e ser morrido. Depois de uma vida vivida, merecemos ser acompanhados nesse que pode vir a ser um tempo de conclusão e de entrega. Pode haver nesse tempo uma inegável beleza.

Filosofia posta, sucedeu-lhe o trabalho de concretude; de verter para o dia a dia o convite ao pertencimento, ao envolvimento e à eleição das pessoas que sucessivamente aproximaram-se do trabalho: moradores, funcionárias, médicos, especialistas, solidários, estudantes, instituições, curiosos – todos muito benvindos!!

Para as famílias, portas abertas!

Exceto o período matinal, quando predominam banhos, curativos, fisioterapia, caminhadas, ginástica, programa de hidratação e cuidados afins.

Criamos espaços diversos que solicitam movimentação contínua: refeitório – lindo, alto, de frente para a beleza de árvores, também idosas, amarelas à época, depois descuidadas – inundam de flores o chão, sugerindo que o tempo existe. O movimento da rua, exibe um desfilar de carros e pessoas.

Esse espaço, múltiplo, após as refeições, transmuta-se em atelier de artes na segunda feira; em atividades com jogos de madeira na terça feira e tapeçaria na quarta feira.

Mais espaços se constroem na medida em que as pessoas vivem a casa. Na quinta feira cinema na sala da lareira e na sexta feira audição de piano. Uma pequena biblioteca instiga três leitoras assíduas. Fisioterapia, cabeleireira e banhos de sol (menos frequentes do que desejamos) insistem em comunicar um a um, sublinearmente, que há Vida Ainda.

E que no mais além, a morte-um-enigma, pode inspirar admiração, libertação. Pode inspirar beleza pode estender-se numa surpresa enigmática ou numa conclusão.

É uma honra acompanhar tantas histórias.

A Gaia conta com um corpo de funcionários de 24 pessoas, voluntários e prestadores de serviços totalizando um atendimento especializado para o velho de 40 pessoas de equipe multidisciplinar.

×